EUROPA

EUROPA
Descobrindo o "Antigo Continente"

segunda-feira, 28 de setembro de 2009

LONDRES: SUA HISTÓRIA...


Destruída, tomada pela praga ou bombardeada – Londres está sempre em alta.

Em quase 20 séculos de existência, Londres já viu de tudo. Incêndio, doença, tumulto e bombardeio; riqueza, criatividade e excessiva auto-confiança. Parece que só a versatilidade e a adaptabilidade são constantes: sempre foi o porto, o forte, o mercado, a sede do governo e o ponto de encontro nacional. De acordo com o romancista Ford Madox Ford em The Soul of London: ‘A Inglaterra é um país pequeno. O mundo é infinitésimo. Mas Londres é ilimitável’.Enquanto o tamanho da capital e sua rápida expansão sempre fascinaram os visitantes, as origens da cidade estão longe de serem grandiosas. Tribos celtas viviam em comunidades espalhadas ao longo das margens do Tâmisa antes de os romanos chegarem à Grã-Bretanha. Mas não há evidências de povoados no lado da futura metrópole antes da invasão do imperador Cláudio em 43 d.C. Durante a conquista romana do país, atravessaram o Tâmisa no seu ponto mais raso (perto da atual London Bridge) e, mais tarde, construíram uma ponte de madeira ali. Formou-se, então, um povoado no lado norte.Nos dois séculos seguintes, os romanos construíram estradas, cidades e fortes e o comércio floresceu. O progresso foi interrompido em 61 d.C. quando Boadicéia, a viúva do clã de Ânglia Oriental, rebelou-se contra as forças imperiais que tomaram sua terra, a açoitaram e estupraram suas filhas. Deixou a tribo Iceni revoltada e destruiu a colônia romana em Colchester antes de marchar para Londres. Os habitantes romanos foram massacrados e seu povoado, arrasado. No ano seguinte, Boadicéia foi derrotada na Batalha de Watling Street e diz a lenda que foi enterrada onde é atualmente a plataforma 10 da King’s Cross Station. Depois de restabelecida a ordem, a cidade foi reconstruída e por volta de 200 d.C. foi erguida uma muralha de 3,2 quilômetros e 5,4 metros de altura ao redor dela.Existem lá pedaços dela até hoje e os nome originais dos portões – Ludgate, Newgate, Bishopsgate e Aldgate – estão preservados no mapa da cidade moderna. A rua conhecida como London Wall tem parte de seu trajeto. No século 4º, enfraquecido pelas invasões bárbaras e lutas internas, o Império Romano entrou em declínio. Em 410, as últimas tropas se retiraram e Londres se tornou uma cidade fantasma.

Nenhum comentário: